terça-feira, 26 de junho de 2012

Estreia

Finalmente meu ballet e meu grupo de dança estrearam!!!
Foi na semana retrasada, no Colégio Santo Ivo, aqui em São Paulo.
E com repeteco no último fim de semana, em plena luz do dia no Parque Villa-Lobos.

Achei tudo muito bom, principalmente em se tratando de uma estreia de um grupo que acabou de se formar. É um tapa dado na cara da sociedade que acha que adulto não pode dançar ballet ou não é? Rsrsrs

A verdade é que me surpreendi e claro que temos que melhorar (isso sempre). Mas pisar com o pé direito pode fazer toda a diferença na vida.

E, pela cara do elenco, todo mundo se divertiu.

Parabéns, meninas e menino. Vocês fizeram um excelente trabalho.

La Première
Coreografia de Ana Yazlle
Música de Edward Elgar
Ballet Adulto

O ballet foi criado a partir da primeira marcha de Pompa e Circunstância, criada por Edward Elgar, em 1901, para a celebração da coroação do Rei Edward VII.

Com movimentos acadêmicos, a coreografia remonta à epoca do classicismo, onde a dança conheceu seu apogeu, e foi inspirada nos eventos da realeza e na grandiosidade da música, cujo nome foi tirado do terceiro ato de Otelo, de Shakespeare.

Entrée

Finale

Corpo de baile

Sincronizadas

Detalhes



Obrigada!!!

Paquitas

Solistas - amei a cara das fias esperando a hora de dançar

Lu querida

3 comentários:

Anônimo disse...

Parabéns Ana! Pelas fotos, está tudo lindo! Beijos!
Dani Bianco

Lucienne disse...

Ai ai, quando eu penso que a avalanche de emoções terminou... encontro esse post lindo!! Foi mesmo tudo de lavar a alma, o corpo, o collant e as sapatilhas! rsrsrs. Vamos continuar provando que é possível ser feliz, dançar bonito e agradar o público mesmo tendo outra profissão, anos e medidas a mais, afinal, dançamos com a alma e com o coração.

Ana, obrigada por nos aceitar como somos, ainda mais porque você tem tudo o que uma bailarina precisa ter, mas além do corpo perfeito, do colo de pé maravilhoso e das linhas en dehors, você tem um coração boníssimo e uma alma generosa, que se alegra em ver a superação dos outros, mesmo mínima, e que é a primeira a dizer - você consegue!

Obrigada mais uma vez por transformar com esse grupo as nossas vidas, e as de tantas outras pessoas que nos viram dançando, e que verão esse post e essas fotos, e pensarão: por que não eu também?? Isso sim é uma corrente do bem!

Que Deus te abençoe, hoje e sempre.

Bjs!

Cássia disse...

Que lindo de ver, Ana! E está estampado no rosto e no corpo de várias delas o quanto estão felizes por estarem dançando. Parabéns! Desejo de todo coração que seja apenas o começo.

Grande beijo.